16 setembro 2019
Categoria: Artigos
16 setembro 2019,
 0

No último dia 15 de setembro, o Grande Oriente de São Paulo (GOSP) completou um ano da ratificação de sua desfederalização do Grande Oriente do Brasil (GOB).

Coube aos Veneráveis- Mestres das Lojas do GOSP, reunidos em assembleia, decidir se ratificavam ou não o ato do Grão- Mestre que decretara o fim do vínculo com o Grande Oriente do Brasil.

É essencial lembrar que a decisão a ser analisada pela assembleia não foi planejada pelo Grão-Mestre do GOSP, Sereníssimo Irmão Kamel Aref Saab, mas sobreveio para barrar a tentativa de usurpação de nossa autonomia, história e grandeza. À época, tratativas ocorreram entre os envolvidos, GOB e GOSP, mas todas restaram infrutíferas, já que o desrespeito à pujança do GOSP ficava mais evidente a cada tentativa de negociação.

Com efeito, se tornou necessário ouvir e registrar oficialmente o desejo dos Maçons do Grande Oriente de São Paulo acerca da permanência na federação GOB, ou se, a partir daquela data, estariam definitivamente cortados os grilhões que nos prendiam a uma condição submissa e secundária, enfim, de uma verdadeira colônia.

Então, reunidas a 15 de Setembro de 2018, em assembleia geral extraordinária especialmente convocada, as Lojas do Grande Oriente de São Paulo, em esmagadora maioria, por meio de seus Veneráveis-Mestres e pelos Deputados da PAEL presentes, ratificaram o ato do Grão-Mestre do GOSP e viraram uma página nefasta para a história do Grande Oriente de São Paulo, confirmando a desfederalização.

A partir de então, como Potência Maçônica Regular e Independente em sua plenitude, o GOSP tem empreendido esforços para propiciar aos Irmãos uma vida Maçônica robusta, fraterna e respeitosa em todos os aspectos.

Os Irmãos do GOSP sabem os transtornos que acometem a Potência desde o memorável 15 de Setembro de 2018, graças a ações externas daqueles que, irresignados, tentam por meio de vários ardis conspurcar sua grandeza e relevância dentro da Maçonaria nacional e internacional.

O GOSP tem lutado com vigor, e está prestes a conquistar a vitória em pontos caros para os Irmãos, como os reconhecimentos nacionais e internacionais.

A exemplo do que ocorreu com nações de expressão no mundo, como os EUA, o GOSP participa de um verdadeiro jogo diplomático, que exige muita paciência, astúcia, sigilo e diplomacia.

Nesse processo delicado, não é possível alardear com quem são realizadas as tratativas, haja vista que os perseguidores não param em sua sanha vingativa e, se puderem, como já fizeram, colocarão tudo a perder. Mas seguimos em frente, a passos largos.

Nossa gestão interna deu um salto significativo de qualidade, com a modernização do sistema de administração da Potência, que gera várias facilidades para as Lojas e Irmãos, e a racionalização no trato dos recursos financeiros.

Desse modo, a construção daquilo que parecia um sonho, o novo Palácio Maçônico, foi iniciada e segue firme, próxima do fim, contando sempre com a participação dos Irmãos e Lojas para a sua rápida conclusão.

Neste primeiro aniversário da assembleia vitoriosa de 15 de Setembro de 2018, o Grão- Mestre do GOSP, Sereníssimo Irmão Kamel Aref Saab, conclama a todos os Irmãos a se manterem firmes no propósito de construírem, juntos, com o necessário esforço, uma centenária Potência modelo, estribada nas mais nobres Tradições Maçônicas, nos elevados propósitos da Sublime Ordem, e na Fraternidade inquebrantável entre os Irmãos, afinal:

“Não há obra que se erga sem que na argamassa esteja misturado o suor do pedreiro”.
Salve 15 de Setembro de 2018!!! Salve as Lojas do Grande Oriente de São Paulo!!!!

“NÃO HÁ OBRA QUE SE ERGA SEM QUE NA ARGAMASSA ESTEJA MISTURADO O SUOR DO PEDREIRO”

“GRANDE ORIENTE DE SÃO PAULO: RUMO A UM SÉCULO DE REGULARIDADE E FRATERNIDADE”

GRANDE SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO E IMPRENSA DO GOSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *